Durante anos, a área de Recursos Humanos era apenas a responsável por cuidar da vida profissional dos colaboradores, com funções definidas e limitadas. Mas as circunstâncias mudaram e esse setor tem contribuído cada vez mais na tomada de decisões das organizações e seu estilo de gestão é definido como RH estratégico.

Ao optar por esse modelo de atuação, a empresa investe em soluções capazes de otimizar processos, assumir decisões efetivas e transformar os colaboradores em talentos de alta performance, responsáveis pelo bom clima organizacional.

Neste conteúdo, vamos explicar o que é o RH estratégico e qual a sua importância para o sucesso das organizações. Boa leitura!

O que é RH estratégico?

As inovações tecnológicas e a corrida para manter a competitividade fizeram com que o RH reconhecesse no capital humano a principal fonte de crescimento do negócio, mas para que o setor pudesse contribuir de forma efetiva nas decisões das empresas, algumas mudanças foram necessárias.

Gestão integrada

Interagindo com os demais setores, o RH observa o que melhorar nos processos, se os colaboradores estão no lugar certo e se as funções são exercidas conforme discriminadas na avaliação de desempenho.

Com isso, a estratégia é estabelecer novas metas de acordo com o objetivo do negócio e alinhar com as equipes, elevando a produtividade e a lucratividade do negócio.

Utilização de dados

A premissa de que tudo o que é medido pode ser melhorado funciona muito bem para o RH estratégico, pois ao analisar os processos é possível verificar se existe algum erro e onde ele acontece. Assim, as soluções são definidas rapidamente e as atividades otimizadas.

Quando o RH deixa de gerar apenas relatórios de ponto, por exemplo, e passa a medir o índice de absenteísmo da empresa, consegue visualizar diversas causas para problemas antes não detectadas e isso faz muita diferença na tomada de decisões estratégicas.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Qual a importância do RH estratégico?

Ao optar por essa metodologia, o setor de Recursos Humanos impacta positivamente em aspectos da organização que antes eram invisíveis aos olhos do topo da hierarquia. Veremos alguns deles a seguir.

Melhor aproveitamento e retenção dos talentos

O RH estratégico tem uma visão mais aprofundada dos processos e que tipo de profissional é necessário para o desempenho da função. Com essa análise, ele é capaz de redesenhar o organograma do setor e colocar os profissionais mais adequados em cada atividade.

Essa medida faz com que o talento se sinta motivado e produtivo, estendendo sua permanência na empresa, ponto importante para um bom clima organizacional.

Redução da rotatividade

Ao utilizar as métricas, o RH extrai dados capazes de mostrar as maiores deficiências, tanto nas atividades quanto no que oferece aos colaboradores — benefícios, remuneração, plano de carreira, entre outros. Com isso desenvolve planos de ação eficientes, capazes de reduzir os problemas e os agentes de turnover na empresa.

Comunicação interna aprimorada

O RH estratégico conhece profundamente missão, visão e cultura organizacional, esse é o ponto-chave para o desenvolvimento de uma comunicação transparente. O bom clima organizacional e a interatividade das equipes são consequências dessa medida.

Portanto, se a gestão prezar por essa tática receberá em troca profissionais mais envolvidos e alinhados com os objetivos da empresa, estreitando a relação de confiança entre talentos e instituição.

Desenvolvimento dos colaboradores

Capacitar os profissionais é uma grande prova de que a empresa se preocupa não somente com seu crescimento, mas deseja que todos desenvolvam juntos e tenham o mesmo propósito. Dessa forma, o funcionário veste a camisa da organização e se empenha para oferecer sempre o melhor para alavancar os resultados.

Reconhecer o capital humano como a principal ferramenta que uma empresa possui é o ponto de partida para organizações melhores e com sua marca empregadora reconhecida.

A função do RH estratégico não é somente elevar a lucratividade, mas reconhecer em cada componente do quadro funcional um ser humano que, para se tornar melhor como pessoa e profissional precisa estar feliz, saudável e capacitado para exercer suas funções com positividade, maestria e amor. O alcance de metas e o lucro são consequências.

Que tal nos contar como é o RH da sua empresa e o que pretende fazer para torná-lo mais estratégico? Queremos ouvir sua opinião!

sst no esocial